• Cristalwolf

Hello, it's me again

Updated: Jan 16, 2019



Hello, it's me again

We've been silent for another day

Thinking about it makes the air around me so heavy

That I lose my breath and fade in dismay

What hurts me the most is that it doesn’t have to be this way

What is pride worth when you lose everything else?

You know, deep inside, that there's nothing to be forgiven

We are so few and we only have each other

We were betrayed, judged, wounded, was not it time we got together?

It's not too late, but one day it can be

And how many things will we have lost when this day comes?

We are very different, it's true

But our greatest resemblance is that we are not sheep

We were not born to bleat, we were born to win

I wish I could break your chains at once

And show you how incredible the world can be through your eyes and your poetry

I know that on most nights we are the tears of each other

And I confess that I go through my dreams and my memories just to see you for a moment

I'm so afraid of forgetting your smile.

But remembering it is more than I can bear for now

That's why I came here again just to say hello

I know you can hear me from wherever you are

Just as I hear your secret laments

I never stopped loving you

But the more time goes by

Farther away our smiles stand from each other

And if they disappear someday,

Can we bear the pain of such loss?

Olá, sou eu de novo


Olá, sou eu de novo

Estamos há mais um dia de silêncio uma da outra

Pensar nisso faz o ar ao meu redor ficar tão pesado

Que eu perco o fôlego e desvaneço em desalento

O que mais dói é que não precisava ser assim

Do que vale o orgulho quando se perde todo o resto?

Você sabe, lá no fundo, que não há nada a ser perdoado

Nós somos tão poucas e só temos uma a outra

Fomos traídas, julgadas, feridas, não era hora de nos unirmos?

Ainda não é tarde demais, mas um dia pode ser

E quantas coisas teremos perdido quando este dia chegar?

Somos muito diferentes, é verdade

Porém nossa maior semelhança é que não somos ovelhas

Não nascemos para balir, nascemos para vencer

Eu queria poder quebrar de uma vez as suas correntes

E te mostrar como o mundo pode ser incrível através dos seus olhos e da sua poesia

Eu sei que na maioria das noites somos as lágrimas uma da outra

E confesso que atravesso meus sonhos e minhas memórias só para te ver por um instante

Tenho tanto medo de esquecer o seu sorriso

Mas lembrar dele é mais do que posso suportar por enquanto

É por isso que vim aqui outra vez só para dizer olá

Eu sei que você pode me ouvir de onde estiver

Assim como ouço os seus lamentos secretos

Eu nunca deixei de te amar, sabia?

Mas quanto mais o tempo passa

Mais distantes ficam nossos sorrisos

E se um dia eles sumirem,

Poderemos suportar a dor de tamanha perda?

4 views

Contact:

© All content on the Cristalwolf's website is protected by copyright, which means that no text or image can be used without the express permission of the author, even quoting the source or crediting the image.