• Cristalwolf Lobazul

Uma loba, uma louca, uma feiticeira

Eu fui fragmentada no dia em que resolvi gritar o meu BASTA para a vida que eu levava. Como eu levei tanto tempo para perceber que tudo estava tão erradamente errado? Eu estava morrendo e estava conformada com isso, tudo estava tão errado que eu ansiava pela morte como uma velha amiga desde a minha infância. Eu via os abusos contra minha pessoa com naturalidade, como se toda aquela merda fosse completamente normal, como algo a ser relevado por mim e apenas por mim. Eu deveria aceitar as pessoas a fazerem o que bem entendessem comigo, mesmo que tudo aquilo estivesse me matando por dentro e por fora. Mas então chegou o dia do BASTA.

No dia do BASTA aconteceu algo que eu simplesmente não podia mais aceitar. Eu destrocei meus dois punhos contra um saco de pancadas que ficava na varanda da onde eu morava, a pele ficou em carne viva. Eu caminhei até chegar à outra ponta do bairro, até meus pulmões queimarem de dor e minhas pernas tremerem. Eu dei um BASTA, mas ainda assim eu somatizei toda a dor, raiva, angústia e mágoa dentro do meu corpo físico. Fiquei ainda mais doente do que já estava. Perdi muito peso e o sabor pelas poucas coisas que me traziam alegria. Eu só queria que tudo acabasse, que alguma coisa justificasse a vida.


O que eu não sabia é que eu precisava estender o meu BASTA para outros âmbitos da minha vida também. Sendo assim, com muito auxílio, eu consegui me levantar deste tombo. Recolhi cada um dos meus pedaços desamparados, sentei, os escutei, os limpei... E quando vi que estava pronta eu peguei cada um deles e os expus à luz, todos em seu tom e formato original. Foi assim que descobri estrelas dentro de mim, pontos fortes e luminosos que eu jamais pensei que tivesse, e não é que no final eu era uma galáxia inteira?


Fiquei fascinada com as minhas verdadeiras cores, com os meus potenciais e com tantas qualidades que sequer pensava existir. Eu era uma pessoa muito interessante afinal de contas. Entretanto também percebi que as pessoas próximas começaram a se afastar. Isso se deve ao fato de que uma das partes mais difíceis de tentar mudar e evoluir é ver que pessoas pelas quais você nutria muito afeto talvez não consigam evoluir junto e a sincronicidade deixa de existir. Isso fez com que os relacionamentos que eu tinha se transformassem em algo desgastante ao ponto de inviável. Eu tinha muito receio de ser quem eu realmente era, de mostrar as minhas verdadeiras cores, justo por medo de ficar sozinha. Só que eu não fiquei sozinha: Eu tinha eu mesma e a minha matilha. E as pessoas que foram embora? Na real, não fizeram falta. Na verdade abriram meus caminhos para coisas novas e beeeem melhores.


Então parei para pensar a respeito do meu público e da minha imagem nas redes sociais, afinal, eu era uma artista famosa em alguns tipos de comunidade. Eu juro que tentei manter a mesma imagem de sempre para meus fãs, mas esta semana eu também decidi dar um BASTA neste âmbito da minha vida e acho que este era o BASTA que faltava.


O Cristalwolf.com não é um espaço para agradar a ninguém, é o meu espaço pessoal para expressar minhas manifestações artísticas, meus pensamentos críticos, meus estudos, minha jornada... Eu sei que estamos em um país impregnado de preconceitos e ignorância, mas não me importo. Eu cansei. Demorou mas finalmente me encontrei e agora não me perco mais. Esta semana é um marco, é o início de um novo ciclo na minha carreira e na forma como o mundo me vê.


Como já manifestei em textos anteriores, há tempos tenho dedicado meus estudos ao ocultismo e suas diferentes vertentes. Com isto em mente, junto do meu esposo, abrimos a Axioma local onde abro o meu Grimório compartilhando conhecimento praticado e estudado a fim de ajudar outros. A Axioma também é uma loja dedicada a vender itens que visam auxiliar os magistas em suas práticas independente da vertente. A maioria dos produtos da loja são confeccionados por mim, com muito carinho e muito esmero.


Este meu lado magista têm aparecido tímido em minhas artes, mas agora estará mais forte do que nunca e não vou esconder isto de ninguém mais. Reparei que desde que tomei esta posição minhas manifestações artísticas têm fluído de forma natural e sem qualquer bloqueio. Além disso, meus projetos literários, a administração do Grupo Therians Brasil e meu trabalho voluntário na Ong SOS Mulher e Família Uberlândia continuam em andamento. Porque TUDO isto faz parte de quem eu sou.


Desde já agradeço a quem quer continuar me acompanhando nestas jornadas. Um abraço bem forte de loba para você.



Contact:

© All content on the Cristalwolf's website is protected by copyright, which means that no text or image can be used without the express permission of the author, even quoting the source or crediting the image.